Casa e Decoração

Cachorro na cama pode?

Saiba quando permitir ou proibir esse comportamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/01/2015 17:02
Há quem defenda com unhas e dentes a ideia de que lugar de cachorro é dentro de casa. Nos últimos anos, para muitas pessoas, os cães foram alçados ao posto de 'filhos'. Eles ganharam espaços dentro das casas e passaram a compartilhar a cama, o sofá e outros lugares até então exclusivos dos humanos. Diante desse novo estilo de vida, muita gente se pergunta se é uma boa ideia deixar os cães dormirem na cama, junto com seus donos. Além das questões de higiene, uma das principais dúvidas sobre este tipo de comportamento é se ele pode fazer com os cães se sintam dos 'donos do pedaço'. Para alguns especialistas, o cachorro que usa a cama do dono pode mesmo se sentir o dominador do ambiente; outros acreditam que a relação de causalidade não é tão clara assim. Há um consenso, no entanto, de que para permitir a presença do cão na cama é preciso levar em conta a personalidade do animal: se ele é naturalmente submisso ou dominador. Isso porque o impacto de deixar cachorros que têm comportamentos dominantes na cama ou sofá é maior do que em cachorro submissos. Cachorros que são naturalmente dominantes precisam de mais regras e disciplina, pois usam toda e qualquer oportunidade para estabelecer ainda mais sua dominância. Os especialistas são unânimes ao dizerem que os donos devem estar no controle da situação, ou seja, o cachorro só poderá subir na cama ou no sofá com permissão. Dessa forma, ele olhará para o dono como alguém que deve ser obedecido e respeitado. Se você estiver sentado no sofá assistindo televisão e quiser a companhia do seu cachorro, pode convidá-lo, mas é você quem determina quando ele sobe e também quando ele sai. Se chegar na sala e o seu cachorro já estiver sentado no sofá, é porque ele sente que não precisa da sua permissão para sentar lá, ou seja, ele pensa que está no controle. Quando se fala de dominância, a coisa mais importante a ter em mente é que você determina quando as coisas começam e quando elas terminam. Nesse caso, o seu cachorro olha para você como um líder e uma referência para saber o que é permitido e o que não é. O que muitas pessoas não sabem, é que os cachorros respeitam uma ordem hierárquica muito estrita e levam a sério o papel de cada um na sua "matilha". O mais dominante controla os recursos e ocupa um posicionamento de poder. Se o seu cachorro se deitar em um local mais alto que você, para ele significa que o status dele na matilha é maior. Quando vocês dois se deitam na cama estão igualmente elevados, isso significa que os dois têm o mesmo status. Por isso, se o cachorro for dominador, futuramente isso pode ser um problema, pois para ele "você não manda". Além disso, uma vez deitado na cama, é possível que o cachorro tente coisas como empurrar o dono mais para fora da cama ou ocupar o seu lugar. Em linguagem canina, quando ele se apoia ou deita em cima do dono, isso significa que está tentando estabelecer dominância, e se o dono se esquiva ou vai para o lado, é um sinal claro de que quem dita as regras é o cão. Quando estiver deitado com o seu cachorro é importante que, ao se virar ou se mexer, ele saia do seu caminho, e não o contrário. Se ele deitar em cima de você, não saia do seu lugar, coloque-se em uma posição que o faça desistir do espaço. A tarefa de mostrar ao cachorro quem manda na casa é mais fácil quando você está acordado, deitado no sofá e assistindo televisão. O problema é quando você está dormindo e sem querer permite que ele o empurre. Desse modo, como é difícil passar a mensagem correta ao seu amigo peludo enquanto você dorme, e se você sente que ele está tentando se impor, o melhor é não compartilhar com ele seus espaços de descanso. (Com informações do site Link Animal)

Tags: terceira,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016