Casa e Decoração

Seis projetos arquitetônicos não recomendados para quem tem medo de altura

Já imaginou se hospedar em uma cápsula que fica pendurada na beira do abismo? Ou visitar um museu que fica dentro de uma montanha a mais de dois mil metros de altura?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/08/2015 15:59
Já imaginou se hospedar em uma cápsula que fica pendurada na beira do abismo? Ou visitar um museu que fica dentro de uma montanha a mais de dois mil metros de altura? Pois saiba que uma turma de arquitetos audaciosos não economizou na criatividade para criar alguns projetos pelo mundo que desafiam o perigo. O site Glamourama selecionou seis construções para quem não tem medo de vertigem. Confira: 1. Chäserrugg, Suíça No topo da montanha Chäserrugg, na Suíça, fica o ambicioso projeto do escritório Herzog & de Meuron: uma estação de esqui que se ergue a 2.260 metros do chão, originalmente construída na década de 70 e que foi completamente reformada, ganhando um fachada de vidro que permite olhar o visual de cair o queixo do lugar. Um novo restaurante também integra as novidades do complexo, que é todo feito de madeira maciça em uma fundação de concreto, pré-fabricada por artesãos locais no vale e montada no topo da montanha. 2. Vale Sagrado dos Incas, Peru Quem quiser se hospedar aqui, não pode ter medo de altura: o Skylodge Adventure Suites, no Peru, é composto por três cápsulas de 7,5 metros de comprimento e 2,6 metros de largura que estão "penduradas" nas montanhas dos Andes a mais de 400 metros de altura. Cada cápsula tem quatro camas, sala de jantar e uma casa de banho e é fabricada em alumínio aeroespacial e policarbonato de alta resistência. A iluminação é totalmente ecológica, graças a painéis fotovoltaicos que permitem armazenar energia em baterias. As cápsulas dispõem de seis janelas cada, o que permite desfrutar de vistas de cortar a respiração para o Vale Sagrado dos Incas, em Cusco, nos Andes peruanos. Mas todo o luxo e reverência têm um preço: a estadia de uma noite custa cerca de 600 euros. 3. Torre de Observação do Rio Mur, Europa Central Concluída em 2009, esta torre de observação é inspirada na estrutura de uma hélice dupla, e tem uma espiral estonteante que não é para fracos. Projetada pelos arquitetos da firma alemã Terrain, a estrutura é feita de duas escadarias que se enrolam em torno uma da outra, permitindo que o visitante tenha várias vistas diferentes da paisagem. O rio Mur marca a fronteira com a Eslovênia, e o que costumava ser uma área restrita ao longo da Cortina de Ferro é agora parte do Cinturão Verde Europeu, permitindo que os visitantes misturem o passeio ecológico com um pouco de história 4. Trollstigen, Noruega Inaugurado em 2012 e criado pelo estúdio norueguês Reiulf Ramstad, o centro de visitantes de Trollstigen é um dos cinco projetos arquitetônicos espalhados por uma estrada de 106 quilômetros no oeste da Noruega. Empoleirado sobre uma passagem entre profundos fiordes, o lugar só pode ser visitado durante o verão, por causa do rigoroso inverno local. "A intervenção arquitetônica é respeitosamente delicada e foi concebida como uma fina malha que leva os visitantes de uma vista incrível a outra", afirmam os autores do projeto. 5. Plan de Coronen, Alpes italianos Os alpes italianos acabaram de ganhar um novo spot que já promete virar sensação entre os turistas: o Messner Mountain Museum, que fica na montanha de Plan de Corones, na região de Alto Adige. Situado a 2.275 metros acima do mar, o novo projeto de Zaha Hadid é pequeno, porém ousado, e fica inscrustado no coração do Tirol, onde se extende pelo interior da montanha em uma espécie de labirinto que respeita a design natural do lugar, mas criando um ambiente moderno com as aberturas envidraçadas e as varandas-mirante que são especificadamente projetadas para garantir que os interiores do museu, dedicado ao alpinismo, sejam iluminados naturalmente. 6. Vitória, Austrália A Cliff House foi projetada para ficar em Vitória, na Austrália, e teve seu conceito criado pelo escritório de arquitetura Modscape. O projeto tem estrutura de metal e vidro e seus cinco andares são sustentados por barras de aço fincadas no precipício. O módulo pré-fabricado foi imaginado para pessoas que gostariam de viver em ambientes mais "extremos" da costa da Austrália. E, de fato, emoção é o que não falta aqui! Além dos quartos, da cozinha, banheiro e sala de estar posicionados ao longo da estrutura, a casa ainda tem duas áreas externas, uma delas com um pátio com cozinha e uma jacuzzi.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016