Casa e Decoração

Cinco cuidados que você deve ter com um gatinho idoso

Segundo estudos, 90% dos gatos com mais de 12 anos têm artrite e precisam de atenção redobrada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/08/2015 17:17
Assim como nós, os gatos precisam de cuidados especiais quando idosos. A partir dos sete anos, alguns felinos já podem ser considerados idosos, e estudos certificam que cerca de 90% dos gatos com mais de 12 anos possuem artrite e precisam de atenção redobrada dos seus donos, que devem sempre verificar a mobilidade do felino e possíveis dores que apareçam. Entre outros pontos, a doença dental também costuma ser um problema nos gatos idosos, o que faz o animal perder vários dentes, tenha dificuldade para comer e sinta muitas dores, ocasionado a perda de peso e de pelo. Problemas renais, de tireoide, no fígado e no coração também podem aparecer em animais com idade avançada. Confira algumas dicas que o site Link Animal desenvolveu para cuidar do seu gato idoso e deixá-lo o mais confortável possível nesse período de idade avançada. 1. Visite o veterinário periodicamente Quanto maior a idade, mais atenção do veterinário seu gato precisará. Por isso, para animais idosos, o ideal é ir ao veterinário pelo menos duas vezes ao ano. Mesmo que ele esteja saudável, aparentemente, algumas doenças podem se esconder e exames devem ser feitos. Não se esqueça de solicitar, também, uma avaliação da condição corporal durante cada visita ao veterinário, pois ela identifica se seu gato está no peso ideal, não magro demais ou gordo demais. 2. Adeque a alimentação do seu gato Na sua essência, os gatos são carnívoros e precisam de nutrientes, como taurina e ácidos araquidônicos, nutrientes estes que apenas carnes animais oferecem. Dietas vegetarianas para gatos idosos são prejudiciais. Não se esqueça de consultar o veterinário para alimentar seu gato com uma dieta apropriada para idade dele. 3. Mantenha o peso corporal do seu animal Gatos acima do peso possuem uma tendência maior em ter diabetes, doença de pele, doenças hepáticas e câncer. Com a idade avançada, o problema de peso pode se tornar ainda maior. Novamente, consulte o veterinário para seguir uma dieta adaptada ao estilo de vida do seu animal; ele pode ajudá-lo a escolher uma dieta adequada para o seu gato. 4. Brinque com o seu gato Não deixe seu gato parado só porque ele está idoso. Procure usar brinquedos interativos, bolinhas e outras atividades divertidas para que ele mantenha as articulações saudáveis e ainda gasta algumas calorias. 5. Acomode seu gato idoso adequadamente Gatos que possuem artrite podem se adaptar melhor com caixas de areia com lados menores, que facilitam a entrada e a saída da caixa. Além disso, dê uma cama macia para seu felino; cobertores e toalhas podem deixá-lo ainda mais confortável. Outro ponto importante é deixar a comida e a água em lugares de fácil acesso, sem escadas ou barreiras no caminho, que dificultem a vida do seu pet.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016