Casa e Decoração

Quarto infantil: elementos lúdicos são aposta para criar ambiente estimulante

O projeto do arquiteto Eduardo Petry trás a ludicidade na criação de um quarto rico em diversão, aconchego e de fácil adaptação ao longo dos anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 07/12/2015 14:36 / atualizado em 07/12/2015 15:08

A criação do quarto do filho ou filha é uma das melhores etapas na vida dos pais, sejam eles de primeira viagem ou não. São diversos aspectos a serem pensados, como cores e mobiliário, com o objetivo de produzir um ambiente cheio de conforto, segurança e, ao mesmo tempo, estimulante para a imaginação da criança.


Em um dos projetos do arquiteto Eduardo Petry, a ludicidade foi o pontapé inicial para a criação de um quarto rico em diversão, aconchego e de fácil adaptação ao longo dos anos.

 

Petry apostou na cor azul, que pode ser considerada tradicional por alguns, porém seu significado é de suma importância no processo de crescimento, uma vez que transmite tranquilidade, calma e harmonia. Outra vantagem da cor é o fato de ser atemporal.

 

"Criei um projeto no qual os pais podem utilizar por alguns anos, desde o nascimento do filho, até os 6 anos, fase em que a preferência manual está em destaque, ou mais", comenta o profissional.

 

O arquiteto teve como objetivo criar um playground dentro do quarto da criança, já que é lá onde ele vai passar a maior parte do seu tempo. "É importante pensar em todo o conforto do pequeno, desde a hora em que acorda até o momento em que vai dormir, e unir objetos que tragam traquilidade, como a cor azul, assim como outros itens que o acalmem e tragam segurança e comodidade para os pais ", comenta Petry.

 

O arquiteto destaca os animais desenhados no mobiliário. "Traçamos o formato de um elefante na cômoda, desenvolvida em branco laqueado, para instigar a imaginação da criança e também para que possa brincar com momentos do cotidiano, como uma simples troca de roupas. A girafa na parede também tem uma função específica, que é a de medir a altura do pequenino, porém de uma forma bem descontraída", explica. ]

 

Pelo fato de ser um ambiente infantil atemporal, Eduardo Petry posicionou um berço, confeccionado em branco laqueado e detalhes em azul, que pode ser retirado do quarto quando não for mais utilizado. Logo ao lado do móvel, a cama também apresenta diversas características lúdicas.

 

"Resolvi criar túneis na parte de baixo da cama, que mexem com o imaginário da criança e também podem funcionar como um esconderijo ou refúgio, de acordo com a sua criatividade. Posicionei uma escada móvel na cama que, além de sua função tradicional, funciona também como proteção quando o pequenino estiver dormindo", explica Petry e comenta que duas caixas com rodízios foram posicionadas embaixo da cama, podendo ser utilizadas para guardar brinquedos ou outros itens.

 

Uma poltrona na cor azul foi posicionada logo ao lado da cômoda, podendo ser usada tanto para amamentação, ou em momentos de contação de histórias, além de criar todo a atmosfera de aconchego do quarto.

 

Ainda com o objetivo de estimular a ludicidade e as funções manuais da criança, o profissional colocou um quadro negro no quarto, no qual a criança pode brincar com cores e desenhos, posicionada logo acima de uma mesa em azul, que também tem o função de ser um local de lazer e brincadeiras.

 

Para dar amplitude ao ambiente, Petry utilizou um armário na cor branca com detalhes horizontais e grandes espelhos, que dão a sensação de maior profundidade ao ambiente. Já na iluminação, o arquiteto apostou em spots, harmonizados com quatro pontos centrais de luz, que produzem uma atmosfera moderna, e dão a possibilidade da criação de cenários.

 

"Estamos passando por um momento em que a tecnologia está na frente da fantasia. Como pais, é importante estimular a imaginação das crianças desde o seu nascimento e mostrar como situações do cotidiano têm o seu lado mágico", argumenta Eduardo Petry.

Tags: casa,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016