Casa e Decoração

Usar cactos na decoração é tendência mexicana para um ambiente estiloso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 18/05/2016 14:36 Redação Bonde /Folha de Londrina
Não é de hoje que o Brasil se inspira na cultura mexicana. Antes mesmo do seriado Chaves se tornar um queridinho por aqui, os boleros e canções mexicanas já haviam invadido o solo e o coração dos brasileiros. Artistas de lá, como Frida Kahlo também se tornaram referência. E a comida? Das paletas aos tacos, raro é não encontrar nas principais cidades do Brasil restaurantes de comida típicas do México servindo versões das famosas tortilhas, guacamole, nachos e outras iguarias. 

A cultura mexicana também influência o setor da decoração. Prova disso é uma tendência que começa ganhar força na ambientação dos espaços: o uso de cactos. Nativos das Américas, principalmente México, onde o clima seco e quente é ideal para a proliferação dessas plantas, não necessitam de manutenção. 

Divulgação/Henrique Queiroga
Divulgação/Henrique Queiroga


E é justamente essa característica, aliada à beleza exótica, que fez dos cactos uma ótima opção para compor os espaços com um toque de natureza. "Os cactos se adaptam bem a todo tipo de ambiente. Na decoração, eles trazem atmosfera natural aos ambientes, além de personalidade, pois são plantas diferenciadas com estética contemporânea", afirma a designer de interiores Laura Santos. 

A profissional empregou uma espécie de cacto em um deck que projetou e comenta o resultado. "O cacto trouxe um toque de verde impactante e original ao ambiente. Foi uma ótima escolha. Assim dá para ter uma planta no espaço sem precisar se preocupar com conservação para deixá-la sempre bonita", disse ela. 

Divulgação/Henrique Queiroga
Divulgação/Henrique Queiroga


"O cacto é uma planta linda, com um formato escultórico que se adéquam muito bem com a decoração. Além disso, tem uma fácil manutenção", explica a arquiteta Estela Netto, que também usou a planta em um de seus projetos. 

Para os arquitetos Bruno Viana e Ivana Seabra os cactos caem muito bem principalmente em decorações mais despojadas. "Essas plantas trazem sensação de leveza, luminosidade, modernidade e até uma ideia de limpeza. Temos espécies longas que são bastante elegantes, equilibrando despojamento e suavidade. O colorido predominantemente verde em tons médios e claros sempre alegra e ameniza composições de tons escuros. Sua textura peculiar e bastante variada faz com que o cacto seja um elemento de surpresa", pontuam. 

Divulgação/Henrique Queiroga
Divulgação/Henrique Queiroga


Em um projeto recente, os arquitetos lançaram mão de um adorno em formato de cacto. Segundo os profissionais, essa é também uma boa opção para aqueles que não têm o dom de cuidar de plantas, mas adoram a estética marcante dessa espécie. "Por seu visual árido, remetendo à estética desértica e até um pouco caricatural de ambientes mexicanos e latinos, utilizamos os cactos para dar um ar descontraído e prático", encerram Bruno e Ivana.

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016