Casa e Decoração

Aproveite o melhor momento para construir a tão sonhada piscina; confira dicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/07/2016 18:06 Redação Bonde /Folha de Londrina
Você sabia que o inverno é a época ideal para a construção de piscinas nas regiões sul e sudeste do Brasil? Isso se deve ao fato de que o tempo mais frio costuma também ser mais seco, o que facilita a obra, normalmente externa. Além disso, iniciando na estação fria, quando o calor chegar a piscina estará pronta para o uso. 

Em média, a construção de uma piscina leva 45 dias trabalhado, mas tudo depende do tamanho. "Antes de iniciar uma construção é necessária a realização de um estudo do solo. Com esse estudo são definidos o tempo e o custo de obra e as possibilidades do projeto", explica Élio Dainer Schneider, diretor da Igarapé Piscinas. 

O espaço disponível na casa e quanto você deseja gastar deve ser levado em conta antes de comprar o material para a construção. "A piscina de concreto, por exemplo, costuma ser mais cara na construção, pois tem processo construtivo mais complexo e com utilização de mais materiais. Porém, tem também maior vida útil, ou seja, tem melhor custo benefício em longo prazo", esclarece o profissional. 

Contudo, é muito importante realizar uma vistoria no local para verificar o tipo de terreno e a construção preexistente, caso existir. "É importante contratar empresas com experiência e conhecimento necessários para evitar a ocorrência de problemas durante a obra", indica Schneider. 

Reprodução
Reprodução


Como definir o tamanho ideal? 

Dependendo do desejo de cada um, a empresa contratada poderá sugerir os tamanhos e formatos mais adequados. "O custo também deve ser levado em consideração, pois quanto maior, mais cara a piscina", diz. 

Como escolher o sistema de manutenção de água a ser instalado? 

De acordo com Élio, hoje o mercado está bem versátil. Existem tratamentos convencionais, como o cloro granulado aplicado manualmente. Existem também tratamentos alternativos. Os mais conhecidos são gerador de cloro à base de sal, ozônio, ionização à base de cobre e prata e ultravioleta. Para escolher, deve-se levar em conta o custo, os benefícios e a necessidade. Quem deseja mais praticidade, indicamos sempre os sistemas automatizados. 

Já para o aquecimento, existem três modelos comuns: solar, a gás e elétrico. Para escolher, também é preciso levar em conta o custo, os benefícios e como pretende utilizar. O aquecimento solar é o que mais indicamos porque é econômico, porém, ele requer disponibilidade para ser instalado em um telhado, preferencialmente face norte.

Tags: decoração,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016