Casa e Decoração

Projeto com garrafas pet leva luz às comunidades isoladas na Amazônia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/08/2016 16:04 Redação Bonde /Folha de Londrina
Mais de 800 pessoas, que vivem em comunidades isoladas da Amazônia, serão beneficiadas pelo projeto ONG Litro de Luz, que irá iluminar os locais distantes das redes de energia elétrica. A ideia é inspirada no brasileiro Alfredo Moser, que usou garrafas plásticas com água e alvejante para iluminar sua casa. 

Com subsídio recebido em uma premiação internacional, a ONG irá ajudar a levar solução para inúmeras pessoas que não contam com iluminação em suas casas. As comunidades que receberão o projeto são: Jacarezinho, Jacitara, Dominguinhos, Taboca, Joari, Cachoeira, Bararuá, São Sebastião, Patoá II e Rosa do Sarón. 

Divulgação
Divulgação


Como funciona 

As garrafas, que possuem água e alvejante, ficam alocadas no telhado e recebem luz solar na parte superior. Por meio do efeito de refração, os raios se espalham e iluminam a parte interna do ambiente, equivalendo à claridade de uma lâmpada de 60 watts, em média. Para o período da noite, a ONG trabalha com uma pequena placa solar presa à garrafa. 

Também foram instalados 'postes', feitos com tubos de PVC, além das garrafas. A economia na emissão de CO² é de 250 kg em três meses. 

Divulgação
Divulgação


Divulgação
Divulgação


Divulgação
Divulgação


Divulgação
Divulgação


(Com informações de Ciclo Vivo)

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016