Funcionais e flexíveis, beliches não são mais os mesmos

Eles sempre surgem como solução quando o problema é a falta de espaço, mas atualmente ganharam destaque estético e variações inusitadas; confira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/07/2013 16:04
A liberdade na hora de distribuir o mobiliário em um quarto é movida pela intenção de aproveitar o espaço ao máximo e o desejo de criar um ambiente mais bonito e aconchegante. É por esses propósitos que os tradicionais beliches continuam reinando em muitos quartos infantojuvenis. Porém, com o passar dos anos, também sofreram mudanças que os tornaram ainda mais funcionais e flexíveis, permitindo variar a posição das camas e criar diferentes espaços, como por exemplo, uma área de estudos. De tão vantajoso, os beliches deixaram de ser um móvel exclusivo da garotada e hoje são usados sem preconceitos por muitos adultos, principalmente por solteiros convictos que moram em apartamentos compactos. A falta de espaço aliás, fez com que projetistas e designers criassem até beliches para acomodar casais. As arquitetas Cláudia Grassano Ortenzi e Marcela Baioni Garcia explicam que o uso do beliche é indicado para espaços pequenos. ''Mas também, algumas vezes optamos pelo critério de montar um ambiente inusitado, onde as crianças possam subir as escadas, ter opções de 'aventura' dentro do próprio quarto e receber os amigos para brincar'', diz Cláudia, adiantando que para esse tipo de projeto é aconselhável trabalhar com a cama na parte superior para um melhor aproveitamento do espaço. Porém, antes de escolher o modelo de beliche, as arquitetas afirmam que é preciso observar algumas questões de segurança, como o tamanho adequado à idade da criança, a existência de janelas próximas, a altura entre as camas e entre o teto, além de verificar se a altura e material da escada são adequados. No que se refere aos materiais, elas garantem que as opções de maior destaque ficam por conta dos madeirados com texturas, pela diversidade de cores. ''Além de serem ecologicamente corretos, ainda possuem ação antibacteriana'', diz Marcela, que ainda indica a escolha de tonalidades claras, como o branco, que combina com qualquer acessório colorido.

Tags: dicas,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016