Você sabe qual é a distância correta entre o sofá e a TV?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/10/2013 15:48
Não adianta investir em uma televisão grande se a sala de estar de sua casa não permitir que entre ela e sofá seja mantida a distância mínima indicada pelos fabricantes. Segundo Kairós Nunes, responsável pelo marketing técnico da divisão de televisores da Philips Brasil, ficar perto demais da tela, independente se aparelho é fabricado com tecnologias como LED, LCD, plasma e alta definição, acaba fazendo com que o telespectador perceba durante a transmissão falhas e defeitos da imagem. Kairós explica que hoje as novas tecnologias permitem que as pessoas sentem-se mais próximas da televisão. Isso é possível porque os pixels que formam a imagem nos aparelhos de tubo são maiores do que aqueles das televisões de alta definição, por isso, no caso de televisores antigos, os telespectadores precisam ficar mais distantes para que os pixels não sejam percebidos. "Hoje em dia é difícil ver o pixel, mas defeitos de imagens são recorrentes, como no caso de filmes que foram feitos em película e digitalizados", destaca Kairós. Antonio Miadaira, analista de produto da Panasonic do Brasil, também ressalta que a proximidade entre telespectador e tela pôde aumentar pela maior da velocidade de atualização do painel. "O cansaço visual é muito reduzido e não há necessidade de forçar a visão", menciona. Na página a seguir veja como calcular a distância ideal entre sofá e TV. Existem duas maneiras de calcular qual a distância é preciso deixar entre a televisão e o sofá e ambas envolvem o tamanho da tela. A fórmula mais conhecida é a seguinte: número de polegadas x 2,5 x 3,5. Assim, uma TV de 32 polegadas deveria ser colocada a 2,8 metros do sofá. Ao multiplicar as polegadas por 2,5 você vai descobrir quanto, em centímetros, mede a diagonal da tela, que é o parâmetro usado para definir a distância (uma polegada corresponde a 2,5 cm). Essa medida precisa ser multiplicada por algo entre 2 e 4 para se chegar a distância ideal. Usa-se entre 2 e 4 porque existem variantes para o cálculo, por exemplo o grau de definição e o formato da tela. O valor mais utilizado é o de 3,5. Outra maneira é medir com uma régua qual é a altura da sua televisão em centímetros e multiplicar esse número por uma valor entre 4 e 6. Por exemplo, uma Tv de 32 polegadas costuma ter 49 cm de altura e por isso precisa ficar no mínimo dois metros e no máximo três distante do sofá. Para Antonio Miadaira, da Panasonic do Brasil, os dois tipos de cálculos podem ser usados tanto televisões de alta definição quanto para as de tubo. Kairós Nunes da Philips Brasil, afirma que o cálculo baseado na altura da televisão é mais preciso para os aparelhos com tecnologias recentes. Na próxima página, leia qual a distância ideal na opinião dos médicos. Do ponto de vista médico, a distância ideal entre a pessoa e a televisão é aquela na qual o telespectador tem em seu campo de visão toda a extensão da tela, sem que haja a necessidade de mexer os olhos ou o pescoço de um lado para o outro para enxergar as extremidades. O oftalmologista Wilmar Silvino, do Hospital Edmundo Vasconcelos, em São Paulo, explica que isso pode ocorrer mesmo quando a pessoa está à distância de um braço esticado da televisão. Pode parecer perto demais para você, mas Wilmar e o oftalmologista Leonardo Gontijo, diretor da clínica Oftalmológica Laser e assistente da Clínica de Olhos da Santa Casa de Belo Horizonte (MG), afirmam que a crença de que ver televisão perto demais da tela causa prejuízos à visão é um mito. Ambos destacam que a proximidade da tela causa desconforto, mas não danos de maior extensão ou problemas permanentes. "O que ocorre é que ao ver televisão de perto a pessoa pisca menos vezes do que o normal e isso leva à secura das lágrimas, fazendo com que as pessoas tenham a sensação de ardência nos olhos e por isso acham que os raios da tela da televisão estão 'queimando' os olhos", observa Wilmar Silvino. O médico ressalta que esse efeito termina quando a pessoa sai de frente da tela por alguns minutos, por isso ele recomenda que não se passe mais de uma hora e meia vendo TV sem pausas. Leonardo Gontijo comenta que nem as crianças têm o funcionamento da visão afetado por ficar muito perto da televisão. Segundo ele, até a sensação de desconforto é menor para elas, já que suportam mais a proximidade com a tela devido ao fato de a capacidade de seu músculo ocular se adaptar para fazer a convergência da luz é ainda maior do que em adultos. (Fonte: BBel Estilo de Vida)

Tags: ambientes

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016