Veja dicas para construir sistemas hidropônicos em casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/02/2014 15:53
Um sistema hidropônico pode ser tão simples como um sistema de rega básico ou mais complicado, com bombas automáticas, luzes e temporizadores. Mas, de um modo geral, esse tipo de sistema pode ser construído por qualquer pessoa, inclusive você. Estes sistemas são projetados para uso ao ar livre, mas podem ser adaptados para utilização em interiores com a adição de luzes. Suprimentos O material a ser usado depende da complexidade do sistema que você pretende construir, mas na maioria dos casos, você vai precisar de alguns recipientes para as plantas e outros para a solução nutritiva, um kit de teste de pH, um meio de crescimento e uma solução nutritiva desenvolvida para as necessidades de suas plantas. Em casos de sistemas automáticos, também será necessária uma pequena bomba e um temporizador para fornecer a solução. Se a sua horta hidropônica estiver dentro de casa, você também vai precisar de luzes artificiais. Sistema simples de drenagem Este sistema hidropônico simples regado à mão é adequado para iniciantes que desejam experimentar a hidroponia ou para uso em sala de aula. Você vai precisar de um recipiente limpo de plástico de 20 litros para grandes plantas. Perfure uma série de buracos de 9,5 mm ao lado do balde, cerca de 4 cm acima da base. Isto cria um reservatório raso para a solução nutriente. Encha o recipiente com perlita. Outros meios de crescimento podem ser usados, mas a perlita é boa para iniciantes. Coloque sua planta no meio de crescimento. Se você estiver usando uma planta que inciou o crescimento no solo, lave as raízes e retire todo o solo antes do plantio. Misture a solução de nutrientes conforme indicado na embalagem. Verifique o pH e certifique-se de que ele esteja na faixa aceitável para os seus nutrientes. Os requisitos variam de acordo com a planta e substrato escolhidos. Regue a planta lentamente com a solução nutritiva até que você a veja transbordar e gotejar pelos buracos do recipiente. Armazene a solução nutritiva adicional em um recipiente escuro para evitar o crescimento de algas. Continue a regar a planta com a solução sempre que necessário. Ela terá nutrientes a partir do reservatório na parte inferior. Sempre use a solução em vez de água pura quando regar as plantas. Faça você mesmo um sistema de fluxo e de drenagem Nesse sistema você vai precisar de dois recipientes de 20 litros, um para as plantas e um para a solução nutritiva. Ele funciona com o mesmo princípio que o primeiro, e pode ser melhorado com um temporizador e uma bomba para torná-lo menos trabalhoso. Faça um buraco na parte lateral de cada um dos dois recipientes a cerca de 1,5 cm do fundo. Insira um anel isolante e um conector em cada buraco. Conecte os dois a um tubo de plástico de 1,5 m. Coloque vários centímetros de cascalho limpo no fundo de um recipiente e cubra o cascalho com pedaços de fibra de vidro de janela após uma triagem, para que se ajustem ao recipiente. Esta triagem irá prevenir o meio de crescimento de se misturar com o cascalho e possivelmente entupir o tubo. Encha o reservatório com perlita ou outro meio de crescimento. Plante suas mudas neste meio. O outro recipiente é o reservatório para a solução nutritiva. Misture a solução de acordo com as instruções da embalagem e encha o reservatório. Verifique e ajuste o pH, se necessário. Você vai precisar arejar a solução de nutrientes com uma bomba de ar e pedra difusora - a do tipo usado em aquários pequenos é suficiente. Coloque o recipiente contendo as plantas em uma plataforma ou mesa capaz de manter os dois recipientes. Regue as plantas, levantando o reservatório em cima da mesa ao lado da planta. Deixe ali por alguns minutos até que o nível da solução suba no recipiente da planta, isto é a fase de fluxo. Em seguida, ponha o reservatório de nutrientes novamente no chão, permitindo que solução nutritiva drene de volta para o reservatório. Esta é a fase de vazante. Repita esse processo com frequência suficiente para evitar que o meio de crescimento venha a secar. Automatize este processo através da instalação de uma bomba com um temporizador para bombear a solução dentro do recipiente de plantas, em vez de ter que levantar o recipiente. Desde que você esteja reutilizando sua solução nutritiva constantemente, verifique o pH diariamente. Quando é utilizada apenas metade da solução, encha o reservatório com água. Uma vez que esta nova mistura tem apenas metade usada, faça uma nova remessa de solução nutritiva e use a solução antiga para fertilizar sua grama, flores e árvores. (Fonte: e-How Brasil)

Tags: fundamentais

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016