Aprenda como pendurar quadros nas paredes sem errar na composição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 01/09/2014 15:32
Expor quadros, gravuras e fotografias em diferentes ambientes da casa é uma prática comum que vem se revelando como arte. A partir de pitadas de criatividade e ousadia, muitas pessoas estão descobrindo uma nova maneira de criar espaços personalizados e muito mais bonitos.  Embora não exista uma regra rígida, a escolha dos materiais e a disposição dos quadros seguem alguns conceitos da decoração, onde o respeito às proporções do ambiente e do mobiliário predominam. E acertar nas composições não é tarefa simples. É preciso ter muita sensibilidade e observar se as obras interagem em conjunto e proporcionam conforto estético e harmônico.  Para instalar corretamente seus quadros você deve seguir algumas regras básicas:  Observe a altura do teto e dos móveis antes de escolher o local para colocar os quadros. Não precisa centralizá-los. O importante é observar o equilíbrio da composição;  Antes de furar a parede, teste a posição dos quadros no chão. Meça a distância entre eles e só depois dê continuidade ao serviço;  As obras de arte de maior importância devem ocupar local de destaque, de preferência uma parede vazia;  O melhor é coloca-los sempre no nível da linha do olhar. Assim, se ele estiver acima de um móvel, a distância do quadro para o móvel é de 30 centímetros;   Os quadros devem ficar na linha dos olhos de uma pessoa de altura mediana, isto é, o centro do quadro a 1,50 metro do chão. Se houver um conjunto de quadros, o meio deste conjunto deve estar nesta altura.  O local para a fixação de um quadro deve levar em conta aspectos básicos de decoração, como visibilidade, luminosidade, volume e harmonia:  Visibilidade - O quadro deve estar numa altura suficiente para que seja facilmente visualizado;  Luminosidade - Iluminação é importante. Se possível, utilize luzes direcionadas aos quadros. Se não, cuide para que a iluminação ambiente não cause sombras e nem modifique os tons da pintura;  Volume - Colocar um quadro grande numa parede relativamente pequena ou vice-versa, desequilibra o ambiente, causando desconforto. Obras pequenas podem ser agrupadas em uma só parede. O ideal é criar um quadrado imaginário e distribuí-las dentro do mesmo. Para alinhar quadros de medidas diferentes, use um referencial: alinhe todos por cima ou por baixo. Em paredes estreitas, crie colunas; Harmonia - O quadro deve ter uma relação com o ambiente. Para não errar recomenda-se não misturar os estilos. Tapeçaria combinada com quadros, por exemplo, não é uma opção feliz. Não tenha medo de misturar molduras, estilos e tamanhos. Quadros não precisam combinar entre si.  Outras dicas  Antes de fixar seus quadros não esqueça de verificar se a parede que será furada não abriga canos de água ou eletricidade;  É importante combinar as cores do quadro com as cores de algum móvel ou objeto de decoração do cômodo;  Deve-se tomar cuidado com a poluição visual. Se o ambiente já possui muitos móveis, a colocação de um quadro pode não apresentar resultados satisfatórios.Outro risco é que, no meio de muitos outros objetos, o quadro "suma";  Ambientes modernos combinam mais com pinturas abstratas e "cleans";  Adequar o tema da pintura ao cômodo é muito bem-vindo. Salas de jantar, por exemplo, combinam com naturezas mortas;  Molduras côncavas combinam com pinturas em perspectiva. Molduras convexas são indicadas para quadros sem profundidade. Desenhos e artes menos rebuscadas dispensam moldura.

Tags:

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016