Saiba qual a diferença entre painéis solares térmicos e fotovoltaicos

Apesar de ainda terem um custo elevado, os dois sistemas são boas opções de longo prazo para quem quer poupar energia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/10/2014 15:57
A energia solar é uma fonte inesgotável e gratuita de energia. No Brasil, esta fonte de energia deve ser aproveitada ao máximo, já que está situado em zona tropical, ou seja, dispõe de alta incidência de radiação solar. No mercado há dois tipos de painéis solares. É comum confundir o coletor solar térmico e a placa fotovoltaica. Os painéis fotovoltaicos convertem a energia solar diretamente em energia elétrica; os solares térmicos transformam a radiação solar diretamente em energia térmica para o aquecimento de águas ou outros fins. Os painéis fotovoltaicos são, basicamente, dispositivos utilizados para converter a energia da luz do sol em energia elétrica. Os painéis coletam fótons da luz solar e os convertem em corrente elétrica, gerando energia para o funcionamento dos aparelhos elétricos, como geladeira, televisão, computador, entre outros. Simão Nunes da Silveira, proprietário da Sunfox Aquecimento Solar, esclarece que "por terem um alto custo de instalação, esses painéis são mais comuns em lugares de difícil acesso à eletricidade." O painel solar térmico é um equipamento mais simples do que o fotovoltaico. Esse tipo é bastante utilizado no aquecimento de água de piscinas como também em chuveiros e torneiras. A tecnologia usada no sistema de aquecimento solar é simples e basicamente utiliza tubulações de cobre, instaladas sobre uma lâmina também do mesmo material, protegidos por um painel de vidro. Onde instalar Geralmente os coletores são montados de tal forma que a absorção de radiação solar seja a melhor possível. Aqui, no Hemisfério Sul, o painel solar deve ter sua face voltada para o norte a fim de que haja um melhor aproveitamento da energia solar incidente. Quando é dia de céu claro, sem nuvens, o painel está produzindo 100% da sua capacidade. Já em dias nublados ou chuvosos, essa porcentagem é menor. No entanto, o painel não acumula a energia produzida se não houver uma bateria para o armazenamento. Valores Os custos dos painéis ainda são elevados. Mas a queda nos preços logo nas primeiras contas de eletricidade ou gás, depois da instalação, é bem visível. "Um sistema bem dimensionado permite poupar até 70% da energia necessária para o aquecimento de água que é usada, e o retorno do investimento vem em até 3 anos", comenta Simão. Além disso, em alguns lugares do país existem programas que incentivam o cidadão a instalar um painel solar, com abatimento de IPTU e outras coisas mais. Confira algumas dicas úteis para você decidir se vale a pena instalar um painel solar: Saiba o quanto exatamente você consome de energia ao mês. Descubra em quais locais da casa o gasto é maior, podendo ser chuveiro, piscina, aquecimento no inverno, aquecedor de água ou outra coisa; Decida em que local a energia solar será realmente usada. A energia solar pode ser usada em toda a sua casa ou somente em pontos que julgar mais necessário. Contrate um profissional para analisar o telhado da sua casa. Como os painéis solares são instalados nos telhados, é necessário verificar as condições do mesmo, analisar se suportará a estrutura, o local mais adequado, telas danificadas, entre outras coisas. Verifique as leis da cidade. Cada cidade possui leis próprias, descubra tudo sobre a instalação de painéis solares. Planeje para não ter problemas mais tarde.

Tags: harmonia

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016