Filtro ou purificador de água? Entenda as diferenças e saiba qual escolher

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/11/2014 15:51
Um dos cuidados mais simples para manter nossa saúde em dia é cultivar o hábito de beber pelo menos um litro e meio de água por dia, como indicam os especialistas. Ela é essencial para o bom funcionamento de nosso organismo %u2013 para a pele, unhas e cabelos, por exemplo %u2013 e é usada para lavar as frutas e legumes, higienizar mamadeira e chupetas e para cozinhar, entre muitas outras funcionalidades. Por isso, a qualidade da água que ingerimos em nossa casa é fundamental para a nossa saúde.  A água que sai das estações de tratamento das principais cidades brasileiras é própria para o consumo. Contudo, no caminho para as casas, tubulações mal conservadas e algumas situações, como enchentes, por exemplo, acabam por contaminá-la.  Hoje em dia é possível encontrar em qualquer supermercado uma grande variedade de águas engarrafadas, com as mais diversas características e faixas de preço. Mas também vale considerar aaquisição de um filtro de água ou um purificador. Estes tipos de produtos possuem diversos elementos filtrantes e tecnologias próprias para eliminar contaminações.  Os benefícios da água purificada são muitos. Entretanto, com o número de purificadores de água e filtros disponíveis, que variam de modelos, pode ser confuso escolher um deles. Alguns purificadores de refil têm como objetivo produzir água mais clara e com gosto melhor, enquanto outros trabalham para remover contaminantes que podem afetar sua saúde. Então, como decidir que tipo de sistema de purificação é melhor para sua casa?  Em geral, os sistemas de purificação podem ser incluídos em duas categorias: sistemas de ponto de entrada, que tratam a água antes de ela ser distribuída pela casa, e sistemas de ponto de uso, como sistemas montados em torneira, montados na parede e jarros/bancada que tratam a água antes de você usá-la. Na maioria dos casos do abastecimento municipal de água, é eficiente utilizar um sistema de ponto de uso.  O purificador básico é o de bancada ou jarra, ideal para famílias que bebem água purificada regularmente, mas não utilizam água purificada para cozinhar. Se você preferir cozinhar ou fazer bebidas com água purificada, considere um purificador montado na torneira. No caso da maioria dos purificadores de torneira, você pode escolher entre água normal da torneira para enxágue, e água purificada para cozinhar e preparar suas bebidas prediletas.  Entenda as diferenças entre o filtro comum e o purificador:  Filtro comum:  - Não retira o cloro, deixando o gosto na água;  - Não retira bactérias da água;  - É necessário limpar as velas do filtro regularmente;  - Precisa ser reabastecido manualmente, pois não é ligado à rede de água;  - Não tem opção de água gelada;  - Tem um baixo custo.  Purificador de água:  - Retira o cloro, deixando a água livre do gosto ruim;  - Retira as bactérias da água;  - É necessário fazer limpeza, mas não tão regularmente quanto um filtro comum;  - É ligado na rede de água e não precisa ser reabastecido;  - Tem opção de água gelada;  - Tem um custo moderado.  - Levando em conta estas características é necessário avaliar qual dos dois melhor se encaixa em suas necessidades. O filtro é uma opção mais barata e o purificador uma opção um pouco mais cara, mas que, a longo prazo, tem um custo-benefício mais vantajoso. Além disso, é preciso ficar atento às marcas - qualidade e funcionalidade também são pontos a se considerar.  (Fonte: Blog Leroy Merlin)

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
27 de outubro de 2016